São Paulo recebe Ponte tentando esquecer estreia na Copa Libertadores

279

GazetaEsportiva

O São Paulo recebe a Ponte Preta, neste domingo, às 16h (de Brasília), no Morumbi, pela oitava rodada do Campeonato Paulista. Às vésperas de sua estreia na Copa Libertadores, o time comandado pelo técnico Fernando Diniz entrará em campo com a missão de esquecer a primeira partida do torneio continental e focar completamente no seu compromisso diante da Macaca, que já dificultou a vida de um dos grandes de São Paulo.

Dono da terceira melhor campanha geral do Paulistão, o Tricolor buscará somar mais três pontos para se aproximar da classificação ao mata-mata do torneio. Com 12 pontos, o São Paulo lidera o Grupo C e, caso vença a Macaca, chegará a Juliaca, no Peru, com a confiança lá em cima para a estreia na Libertadores.

“Desde o ano passado a gente pensa nisso, na hora da estreia da Libertadores. Falta praticamente uma semana para o jogo contra o Binacional. Então, está todo mundo com muita vontade de começar a competição. A gente ainda tem o jogo no Paulistão. Temos de nos concentrar ao máximo no que temos de fazer no domingo, mas lógico pensando que semana que vem é um grande compromisso”, disse Tiago Volpi.

Contra a Ponte Preta, a tendência é que Fernando Diniz não conte com Antony e Juanfran. O primeiro sofreu uma entorse no tornozelo e deve ser preservado para o duelo com o Binacional, sendo substituído por Pablo. Já o segundo sentiu dores na panturrilha nesta sexta-feira e, por conta da idade avançada, também deve ser poupado, abrindo espaço para Igor Vinícius.

Se o São Paulo enfrentará a Ponte Preta com algumas mudanças, pelo lado do adversário a situação não é muito diferente. Após carimbar sua classificação à terceira fase da Copa do Brasil, superando o Vila Nova, a Macaca teve apenas dois dias de recuperação antes de visitar o Tricolor e, por isso, contará com uma formação alternativa.

Um desfalque certo é Apodi, que recebeu o terceiro cartão amarelo na última rodada do Paulistão e terá de cumprir suspensão automática. Danrley, que saiu no segundo tempo do confronto com o Vila Nova por conta de câimbras, também preocupa.

“Vou tentar alguma situação diferente contra o São Paulo até pela saúde do time. Depois, vamos ter uma semana e aí quero resgatar algumas situações, como a parte física. Não podemos oscilar tanto, é preciso ter equilíbrio, mas é só com o tempo mesmo”, afirmou o técnico João Brigatti.

Sem vencer há quatro jogos no Estadual, a Ponte Preta figura atualmente na terceira colocação do Grupo A, atrás de Santos, com 11 pontos, e Água Santa, com oito. A Macaca, por sua vez, tem sete tentos e espera se reerguer diante do Tricolor para entrar na zona de classificação ao mata-mata do Campeonato Paulista.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO X PONTE PRETA

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 1 de março de 2020, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Vinícius Furlan
Assistentes: Daniel Luis Marques e Alberto Poletto MasseiraSÃO PAULO: Tiago Volpi; Igor Vinícius, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Tchê Tchê, Daniel Alves e Igor Gomes; Pablo, Vitor Bueno e Pato
Técnico: Fernando Diniz

PONTE PRETA: Ivan; Dawhan, Wellington Carvalho, Trevisan e Yuri; Danrley, Bruno Reis e João Paulo; Bruno rodrigues, Felipe Saraiva e Roger.
Técnico: João Brigatti.