Liderança e volta de ídolo: o que vale o jogo do São Paulo contra o Barcelona-EQU na Libertadores

185

Tricolor já está classificado para as oitavas de final da competição, mas ainda tem objetivos para as duas rodadas que restam na fase de grupos

O São Paulo entrará em campo contra o Barcelona de Guayaquil, nesta quinta, em casa, pela Conmebol Libertadores, já garantido nos mata-matas da competição. Mas o time ainda tem outros objetivos na fase de grupos.

A vaga nas oitavas de final foi conquistada na última rodada, com a vitória por 3 a 1 sobre o Cobresal, no Chile, há uma semana – o Talleres, da Argentina, também está classificado.

O Grupo B se desenvolveu de forma desequilibrada, por enquanto. Até agora, apenas São Paulo e Talleres venceram – são três triunfos para cada. Barcelona e Cobresal só perderam ou empataram, e a eles resta a disputa pela terceira posição, que coloca o time nos playoffs da Copa Sul-Americana.

Neste cenário, o que vale para o São Paulo no jogo contra o Barcelona, quinta, às 21h? O ge mostra:

Publicidade

Liderança do grupo

Apenas um ponto separa o São Paulo do Talleres: os paulistas têm nove, os argentinos 10. As duas equipes se enfrentaram na abertura da fase de grupos, em Córdoba, com derrota tricolor por 2 a 1.

Ambos são muito favoritos nesta rodada, já que o Talleres joga em casa contra o Cobresal, na quinta, às 19h – e, assim, o mais provável é que a disputa pela ponta do Grupo B fique para a partida final, no dia 29, quando os argentinos visitam o Morumbis.

Um empate em Córdoba e uma vitória tricolor em casa nesta quinta, porém, colocam o São Paulo à frente já nesta semana.

Melhor posição geral

O São Paulo ainda pode terminar a fase de grupos com 15 pontos, caso vença Barcelona e Talleres. Isso geraria uma importante vantagem ao time nos mata-matas: os times de melhor campanha geral enfrentam seus rivais em casa no jogo de volta entre as oitavas e as semifinais.

Por enquanto, o time de Luis Zubeldía tem 75% de aproveitamento, índice superior ao de três times que lideram seus grupos. Talleres, Bolívar, Palmeiras e River Plate têm 10 pontos, com 83% de aproveitamento. Só o Atlético-MG venceu todas até agora, com 12 pontos.

Volta de Lucas

Recuperado de uma lesão na coxa esquerda sofrida na partida contra o Talleres, o meia-atacante Lucas provavelmente será relacionado para o jogo contra o Barcelona – assim, a primeira vez sob o comando de Luis Zubeldía.

Lucas tem treinado normalmente com o elenco, mas há uma cautela no clube pela sequência de lesões do camisa 7. Voltar em uma partida com o time já classificado, ainda que atuando por poucos minutos, deve ajudar o atleta a recuperar o ritmo.

Invencibilidade com Zubeldía

São seis jogos, cinco vitórias e um empate. Com 89% de aproveitamento, Zubeldía tem o melhor início de um treinador no São Paulo em 20 anos, desde Cuca, em 2004. Contra uma equipe que não venceu na Libertadores, há grandes chances de o técnico argentino ampliar essa série.

Globo Esporte