Multa e contrato longo protegem São Paulo de possível investida do Equador em Zubeldía

579

Técnico é citado em lista de treinadores desejados pela federação do país em que comandou o Barcelona de Guayaquil e a LDU

Após a eliminação do Equador na Copa América, nos pênaltis para a Argentina na última quinta, a federação do país demitiu o técnico Félix Sánchez. Luís Zubeldía, do São Paulo, surgiu numa lista especulativa de nomes para substituir o espanhol.

Dirigentes do Tricolor demonstraram pouca preocupação, por ora, com a possibilidade de perder o treinador. O contrato até o fim de 2025 e a multa de três salários para rescisão protegem o clube.

Ao ge, um deles afirmou que não houve qualquer sinalização, seja por parte da federação, seja por parte do treinador, de que exista uma negociação em andamento.

Zubeldía é bem-visto no Equador por causa dos trabalhos no comando do Barcelona de Guayaquil e, principalmente, na LDU, onde conquistou a Copa Sul-Americana no ano passado, o título mais importante de sua carreira.

Publicidade

No sábado, após a vitória sobre o Red Bull Bragantino, o auxiliar Carlos Gruezo – que comandou o São Paulo no lugar de Zubeldía, suspenso – tratou a possibilidade como especulação.

Equatoriano, o auxiliar foi político em sua resposta, mas disse que o pensamento da comissão técnica está no clube.

– Como equatoriano, é sempre bom estar dentro da seleção. Não só da seleção, mas também dos clubes grandes e importantes. Hoje, nós estamos no São Paulo e estamos muito felizes por ficarmos aqui. Temos um compromisso, um contrato… Especulações vão acontecer sempre – afirmou ele.

– Há quatro ou cinco outros treinadores (especulados). Quanto a nós, como comissão técnica, nosso pensamento e nosso trabalho estão no São Paulo – concluiu.

Depois de cumprir suspensão, Zubeldía volta ao banco tricolor na quinta, para o jogo contra o Atlético-MG, às 21h30, em Belo Horizonte, pelo Brasileirão. O time venceu as últimas quatro partidas e voltou ao G-4.

Calleri e Ferreira, que também estavam suspensos, podem ser escalados. Rafael é esperado para a partida – ele se reapresenta nesta semana após a eliminação do Brasil na Copa América.

Globo Esporte