Torcendo com Gabi – Bons tempos

348

Que saudade eu tenho dos jogadores que tinham garra e davam o sangue até o ultimo segundo, Rogério Ceni, Cicinho, Fabão, Lugano, Mineiro, Josué,Amoroso, Aloísio Chulapa, Grafite, Miranda, Leandro Guerreiro, dentre outros grandes jogadores, que jogavam com raça para o nosso tricolor.

Como as coisas mudaram, não é mesmo?

Fico muito triste com um único resultado positivo e todo mundo aplaudindo como se fosse maravilhoso, e não é!!! É obrigação jogar bem todos os jogos, é obrigação dar o sangue em cada rodada, se doar cada vez mais.

Sabemos que hoje o futebol não é mais o mesmo do que anos atrás. O amor, a politica, nada é mais a mesma coisa.
Temos que saber cobrar. Não somos torcedores de um timeco, somos torcedores de um dos maiores clubes da história do futebol!!
O que eu mais vejo, é que em todos os times, tudo que dá errado é trocado, analisado e o que não se encaixa mais, é dispensado. Ainda não me conformo que no SPFC nada funciona muito dessa forma, e alguns jogadores mandam e desmandam no time

Publicidade

Domingo passado estreamos no Campeonato Paulista com o nosso novo treinador, o Crespo. O SPFC dominou a posse de bola, porém o placar foi de 1×1. Vamos esperar mais para poder comentar sobre o estilo de jogo dele. Temos que dar crédito e confiar para que tudo melhore, mas por enquanto ainda nada está satisfatório.

E vocês? O que acham?


Gabi Felice Dias é bióloga, torcedora e sócia do SPFC desde que nasceu, ou seja, há 28 anos.
Escreve nesse espaço todas as terças-feiras.


Siga -me no Instagram @gabifelicedias

ATENÇÃO: O conteúdo dessa coluna é de total responsabilidade de seu autor, sendo que as opiniões expressadas não representam necessariamente a posição da SPNet ou de sua equipe de colaboradores.

28 COMENTÁRIOS