Na Rede – Crise, e qual a novidade?

517

Cadê quem comande o São Paulo Futebol Clube?

Depois de mais um vexame na história do nosso time na quarta-feira, coisa que já é normal no decorrer dessa gestão, o dia seguinte foi a quinta-feira muito louca, onde no final a conclusão foi que o Fernando Diniz é quem vai dar jeito nesse time, isso graças aos líderes do elenco que foram pedir a contratação do “Guardiola de Osasco” depois de efetivar o Vagner Mancini para o confronto contra o Flamengo.

Bom, era questão de tempo para o Cuca sair, isso desde o dia que teve a confusão entre ele e Daniel Alves então o treinador falou que o time saiu do padrão. Falei que o até então nosso treinador estava doido, e essa instabilidade do Cuca é algo normal já que na maioria dos times em que ele trabalha o treinador arrumar confusão com algum jogador, ou não consegue concluir um ano, apesar de tudo é um bom treinador.

Vagner Mancini, como técnico nunca foi acima da média e esse ano falou que não assumiria a equipe porém quando foi necessário assumiu, e na época entre ele e o André Jardine, seria melhor o Mancini. Porém nesse caso, depois de já efetivado para o jogo contra o Flamengo, o nosso diretor de futebol (O horror do Morumbi) é pressionado pelos líderes do elenco a contratar o Fernando Diniz, e na dúvida o Vagner Mancini vazou, pois deu a entender que poderia sobrar algo pra ele, ou se queimar também por causa da diretoria. Agora por mas que seja o Daniel Alves, mas eu nuca vi jogador contratar técnico, como foi nesse caso e ainda assim um técnico que apesar de trazer uma proposta diferente, é fraco, pois pelo dois clubes de maior expressão que o Diniz passou, um subiu de patamar no futebol brasileiro, isso depois que o Guardiola de Osasco saiu e o outro está brigando para não cair.

Agora minha tradicional frase. Espero muito que eu erre, mas o Fernando Diniz não chega a Dezembro, por um simples motivo, na hora que tiver de colocar um Daniel Alves da vida no banco ou mesmo fazer uma troca, vai surgir uma outra crise, palavra que virou um mandamento nos últimos anos. Mas como eu disse, Quero errar, como já errei no sábado, que pensei que o tricolor não conseguiria segurar o Flamengo, só que conseguiu, e tomara que essa “vitória” possa dar uma melhorada no ambiente e anime nosso elenco.

Porém nessa história, o mais sensato era o São Paulo começar a pensar no planejamento do próximo ano. Ir atrás do Juan Carlos Osório, Marcelo Gallardo, um treinador mais experiente em trabalhar com time grande que deu certo.

O bom nessa história é que faltam três técnicos e duas crises para a gestão do pior presidente da história do São Paulo acabar e não deixar saudades.

SPNauta, qual é a sua opinião? Deixe nos comentários!

Matheus Couto é estudante de Comunicação Social – Rádio TV, torcedor fanático do São Paulo. Escreve toda segunda-feira nesse espaço.

Twitter: @mathcoutoficial

ATENÇÃO: O conteúdo dessa coluna é de total responsabilidade de seu autor, sendo que as opiniões expressadas não representam necessariamente a posição da SPNet ou de sua equipe de colaboradores.