Fala, Candidato! – Caio Forjaz 221

198

Nasci em 1977, ano do primeiro título brasileiro do nosso amado tricolor paulista cuja final ocorreu em 1978. Ato contínuo, ganhamos os paulistas de 80 e 81.

Em 82 e 83 eu estava no Morumbi no camarote 091, que ficava atras dos gols dos vestiários, eacompanhei as primeiras das poucas dores, que o SPFC me trouxe nesses 43 anos de vida.

Em 85 vieram os menudos do Morumbi, 86 bicampeão brasileiro no brinco de ouro, 87 com gol de Lê de cabeça vingamos a dor de 82 e 83. Depois vieram vários títulos como o paulista de 89, seguido de um percalço em 90 no brasileiro, mas que abriu o caminho para a década de ouro onde conquistamos a América o mundo e passamos a ser incontestavelmente o time mais respeitado do Brasil.

Aprendi a ser vencedor com o SPFC ganhando tudo e de todos. Atualmente estou me acustumando a contar o passado para meus filhos Chiara e Matteo de 8 e 6 anos respectivamente. Conto que vovô César Forjaz era diretor do SPFC nos anos de glórias.

E foi exatamente ele, o vovô César, o responsável por me convencer a me candidatar ao conselho deliberativo, por acreditar no meu potencial e na minha experiência como advogado e professor, atuando há 20 anos em grandes empreendimentos e contratos de infraestrutura, MKT, fornecimento de energia, prestação de serviços etc, contratações internacionais entre entes públicos e privados que poderão ser emprestados ao SPFC caso tenha a honra de ser eleito para trabalhar fiscalizando e sustentando por escrito ou oralmente a defesa da transparência, da probidade, da legalidade e da razoabilidade no conselho deliberativo do Spfc, com Autonomia e independência, para que em alguns anos meus filhos possam contar para os meus netos, que o vovô Caio era conselheiro quando o Roberto Natel foi eleito presidente e resgatou o SPFC das cinzas amareladas que a gestão comandada por Leco e seus asseclas do grupo participação havia deixado o SPFC.

Salve o tricolor paulista e vote em Caio Forjaz 221, advogado, professor, mestre em direito e chefe do jurídico em uma empresa com 8000 mil funcionários em 3 milhões de clientes diariamente .

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor entre com seu comentário!
Entre seu nome aqui

14 + 14 =